Nós somos filhos do Cosmos

”O NITROGÊNIO em nosso DNA. O CÁLCIO em nossos dentes. O FERRO em nosso sangue. O CARBONO em nossas tortas de maçã. Foram criados no interior de estrelas em colapso. Nós somos poeira das estrelas.” — Carl Sagan.

“Estamos todos conectados. Uns aos outros, biologicamente. À Terra, quimicamente. E ao resto do Universo, atomicamente. Isso me faz sorrir. Eu me sinto até grande quando penso nisso. Não é que sejamos melhores do que o Universo. Somos parte do Universo. Nós estamos no Universo e ele está em nós”. — Neil DeGrasse Tyson.

Nós somos filhos do Cosmos. O Cosmos está dentro de nós. Mais do que isso: os átomos em sua mão direita provavelmente se originaram em uma estrela inteiramente diferente dos átomos em sua mão esquerda. De fato, seu corpo – e tudo no mundo ao seu redor – é provavelmente feito de átomos de inúmeras estrelas diferentes, originalmente separadas umas das outros por milhares, milhões ou até bilhões de anos-luz. E esses átomos flutuaram pelo espaço por milhares, milhões ou mesmo bilhões de anos, antes de finalmente se juntarem em nosso sistema solar primordial e aglomerarem-se, sob a ação da gravidade, para formar a Terra e tudo contido – incluindo, em última análise, você!

Assim, você não é só feito de poeira estelar, como também possui átomos em seu corpo que são incrivelmente antigos (com alguns bilhões de anos – pelo menos tão antigos quanto o sistema solar em si), e estes têm percorrido um longo caminho, durante muito tempo, a fim de se reunir e formar você. Você é verdadeiramente um filho do próprio Cosmos!

E isso não para por aí, porque é preciso dizer que quando os organismos vivos morrem, seus átomos são reciclados por apodrecimento e voltam ao ar, à água, às rochas e ao solo. E ao longo de centenas, milhares ou milhões de anos, muitos desses átomos serão posteriormente ingeridos como alimento, água ou ar por gerações subsequentes de organismos vivos, e incorporados em seus corpos por sua vez, e passados para cima e para baixo na cadeia alimentar desta forma.

Por décadas, séculos ou milênios esse processo é mantido, até que eles são finalmente ingeridos por você, como o alimento que você come, o ar que você respira ou a água que você bebe, e são incorporados em seu próprio corpo. Sendo assim, é inteiramente provável que você tenha átomos em seu corpo que estavam uma vez nos corpos dos primeiros organismos vivos neste planeta, e então nos corpos de dinossauros, e então nos corpos de mamutes peludos, e então nos corpos de seres humanos pré-históricos, e assim por diante, para cima e para baixo, até que eles chegaram até você.

Além de ser um filho do Cosmos, seu corpo é também um microcosmo atômico de toda a vida que já viveu neste planeta. E, dado o número impressionante de átomos em seu corpo, e a maneira como eles se espalharam ao redor e se misturaram ao longo de séculos e milênios, seu corpo, sem dúvida, contêm átomos de uma proporção considerável de todos os seres humanos que já viveram – talvez até alguns famosos (ou infames), também.
Talvez haja um átomo de carbono no seu dedo grande esquerdo que pertencia a Genghis Khan, Alexandre o Grande, Isaac Newton, Einstein ou Napoleão Bonaparte, ou um átomo de enxofre em seu ouvido direito que pertencia a Leonardo Da Vinci, Cristóvão Colombo ou Abraham Lincoln. Na verdade, escolha qualquer pessoa aleatória da história, e você provavelmente pode ter um pouco dela em você!
Nós somos uma forma do Cosmos se autoconhecer. Somos os herdeiros de bilhões de anos de evolução cósmica. Nossas lealdades pertencem às espécies e ao planeta. Nós falamos pela Terra. Nossa obrigação de sobreviver e florescer pertence, não só a nós mesmos, mas também ao Cosmos, antigo e vasto, do qual surgimos.

Advertisements

Leave a Reply

Please log in using one of these methods to post your comment:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s