Amor não é um conto de fadas

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Amar alguém é uma loucura, amar alguém te tira do chão, te faz fazer coisas que você não quer fazer inconscientemente, vira seu mundo de cabeça pra baixo.

Amor cresce com a admiração que você sente por uma pessoa, e essa admiração demora pra virar amor, e quando vira, é uma loucura. Esse amor cresce a cada dia mais. Mas não pense que só o amor pode sustentar uma relação, esta bem longe disso. O que sustenta uma relação é o carinho que você tem por essa pessoa, são os atos do dia a dia, é a forma de tratar, são os atos de gentileza, bondade, é você querer ver essa pessoa bem, sorrindo e feliz ao seu lado. O que sustenta uma relação é a forma de se tratar, de se dar bem, é ser melhores amigos, ter a liberdade de falar e fazer qualquer coisa na presença do outro. Não é ter vergonha de nada.

Amor não é uma coisa que dá para se descrever, eu tento várias vezes descrever, porém é impossível, amor é aquela vontade incansável de querer essa pessoa perto o tempo todo, e às vezes isso pode cansar, pode virar um sentimento de posse, é difícil amar alguém, é difícil controlar as paranóias, o ciúme.  Amor não é posse, amor é liberdade, é deixar a pessoa livre, não é ficar correndo atrás, até porque você sabe que a pessoa que você ama é sua, amor não é ficar o tempo todo juntos, por mais que a vontade seja essa, todos precisamos de um tempo sozinhos.

A pior parte de um relacionamento é quando você deixa a paranoia controlar sua mente e você acaba comentando algum erro, e esse erro chateia a outra pessoa, a afasta de ti por um momento, a faz pensar em desistir, e isso fica na sua cabeça, e você fica se perguntando o porque você fez isso. Relacionamento não é fácil, por mais que as duas pessoas se amem profundamente, isso não é o essencial e não mantém uma relação.

Uma relação pode acabar, mesmo que as duas pessoas se amem, infelizmente nem sempre ficamos com o amor das nossas vidas.

”Saberás que não te amo e que te amo

posto que de dois modos é a vida,
a palavra é uma asa do silêncio,
o fogo tem uma metade de frio.

Eu te amo para começar a amar-te,
para recomeçar o infinito
e para não deixar de amar-te nunca:
por isso não te amo ainda.

Te amo e não te amo como se tivesse
em minhas mãos as chaves da fortuna
e um incerto destino desafortunado.

Meu amor tem duas vidas para amar-te.
Por isso te amo quando não te amo
e por isso te amo quando te amo.”  Pablo Neruda

Kaka Padilha

Advertisements
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×
%d bloggers like this: