A importância do não abuso as crianças

25 anos depois, veja como está a garota que queria matar toda a sua família…

 

O documentário “A ira de um anjo” mostra a história de Elizabeth Thomas. Quando você olha uma menina com um rosto tão angelical, não é capaz de imaginar que ela desejava ferozmente assassinar seus pais enquanto eles dormiam.

capinha-menina-psicopata

 

A causa da revolta e tendência para a psicopatia vem da infância conturbada da menina, que perdeu a mãe com 1 ano no parto de seu irmão. Sua guarda ficou com o pai que abusava sexualmente da menina, até que ela e o irmão foram encaminhados para a adoção, onde rapidamente um casal adotou os dois.

Com o passar do tempo Beth começou a se comportar de modo estranho, agredindo e tentando matar seus irmãos e pais adotivos. Sem contar nos animais de estimação que ela torturava e matava sem o menor conceito de remorso, amor ou sentimentos positivos. Tempo depois a menina começou a ser trancada de noite dentro do seu quarto, pois facas começaram a sumir e a família começou a ficar insegura com a presença dela na casa.

Ela não conseguia criar nenhum tipo de laço afetivo, receber ou dar amor,  pois não conseguia sentir nenhum tipo de empatia. Matava qualquer ser vivo sem o menor ressentimento.

O vídeo abaixo lhe mostrará algo medonho:

 

Em 1989 Elizabeth foi internada em uma casa especializada em tratar crianças com desordem emocional.

Ela venceu sua doença e atualmente é enfermeira na Unidade de Terapia Neonatal e cuida de bebês minúsculos e autora do livro “Mais do que um fio de esperança”.

A sua aparência atual é essa:

Captura_de_Tela_2015-10-30__s_16.30.13
Kaka Padilha
Advertisements

Leave a Reply

Please log in using one of these methods to post your comment:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s