Sobre buscar com o coração

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

As vezes eu gosto de simplesmente parar o que estou fazendo, quando estou em algum lugar publico, ou em algum lugar aonde eu possa ver a movimentação das pessoas.

Semana passada eu estava em São Paulo, olhando pela janela do hotel, estava amanhecendo, o sol nascendo, e as pessoas começando a sairem de casa para trabalhar ou fazerem seja lá o que for. Eu parei por alguns minutos e comecei a observar as pessoas, os carros, tudo. Eu estava no 18  andar, tudo parecia pequenino diante de meus olhos. Era uma segunda feira, me veio na cabeça então, nosso mundo é tão grande e nele existem 7 bilhões de habitantes, mas eu ali, naquele momento, comecei a pensar, ainda observando o tráfego lá embaixo, cada uma daquelas pessoas, vivendo suas vidas, levantando cedo, fiquei imaginando o que se passava na cabeça de cada uma, algumas poderiam estar sofrendo, passando por momentos difíceis, outras poderiam estar doentes, outras poderiam estar alegres, outras poderiam estar pensando em desistir da vida, outras não, algumas poderiam estar indo trabalhar em um emprego insatisfeito, outras não, algumas poderiam demorar horas, pegar ônibus, metrô, acordar as 5 da manhã para chegar no horário, outras não, outras só precisavam pegar seus carros ir.

Eu estava lá parada, e o mundo a minha volta acontecendo, aviões passavam pela janela a cada 15 minutos, fiquei observando e imaginando o que aquelas pessoas tinham em mente, o que estavam pensando, observava os gestos, algumas andavam de cabeça baixa, outras não, uns passavam de bicicleta. Outrora, no roll do hotel, sentada da  bancada de bebidas, eu decidi fazer a mesma coisa, observar as pessoas, é uma coisa intrigante fazer  isso, uma coisa que deixa sua cabeça completamente confusa e abismada. Observava o modo como elas falavam, se cumprimentavam, observava como as pessoas que trabalhavam no hotel tratava os hóspedes, como as pessoas me olhavam, eu fiz meu mundo parar mais uma vez por mais alguns minutos, só para  observar o comportamento dos demais, algumas pessoas me olhavam com um olhar de recusa, outras comentavam entre si, outras riam, outras olhavam torto, mas eu não me importava, pedi  uma bebida e subi para meu quarto.

A diferença de quando eu estava no meu quarto de manha observando as pessoas sem ninguém me observando foi completamente diferente da de quando eu estava no roll do hotel com outras pessoas me observando e me julgando.

Esse dia foi intrigante para mim, somos bilhões de pessoas  pelo mundo, bilhões de pessoas que estão passando por alguma batalha em que não sabemos nada sobre. De manhã foi esse meu pensamento, e eu simplesmente agradeci por mais um dia e pedi para que Deus e o Universo iluminasse o caminho de cada uma daquelas pessoas que eu estava vendo. A noite, enquanto eu estava sendo observada e julgada, eu fiz a mesma coisa. As pessoas vão sempre nos  julgar não importa o que acontece, aonde esteja, o que esta vestindo, se você é pobre ou  rico. As pessoas do roll do hotel estavam vivendo de aparências, usando máscaras, fingindo ser ou ter o que não têm, diferente das  pessoas que vi de manhã, que estavam indo fazer seus deveres, enfrentando suas dores, enfrentando os dias.

As pessoas nos julgam sem se quer saber quem somos. Mas isso é normal, já me acostumei. Seja sempre gentil com as pessoas, com todas elas, pois todas estão passando por uma batalha em que você não sabe nada sobre. Não viva de aparências, seja você sempre, mesmo que seja diferente, ser diferente é uma dádiva. Busque sempre as coisas  com o coração. 

“- Os homens do teu planeta, disse o principezinho, cultivam cinco mil rosas num mesmo jardim… e não encontram o que procuram… – Não encontram, respondi…E, no entanto, o que eles buscam poderia ser achado numa só rosa, ou num pouquinho d’água…- É verdade. E o principezinho acrescentou: – Mas os olhos são cegos. É preciso buscar com o coração…” – O Pequeno Príncipe.

o-pequeno-principe

Kaka Padilha

Advertisements
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×
%d bloggers like this: