Quando Nascemos…

Cada um de nós nascemos puros , trazemos conosco o amor,  a leveza e a bondade em nossos corações,  o mundo pode nos corromper de varias maneiras, se deixarmos.

 Todos (ou quase todos nós ), sabemos que é cientificamente provado que os 7  primeiros anos da vida de uma criança são os mais cruciais e importantes, são os que vão direcionar essa pessoa a seu caminho no futuro, quem ela será, seu caráter , seus princípios , contudo , logicamente que ela poderá mudar ,se quiser. A batalha é árdua, mas lhe digo que vale a pena.

Cada ser traz  consigo dons e talentos , que são suas virtudes e potenciais a que serão desenvolvidos ao longo da vida , cada um traz também desafios para o seu próprio crescimento . Alguns desses desafios são partes da própria  alma e encontram-se impressos no DNA como as doenças genéticas e determinadas limitações físicas. Outros serão gerados a partir das escolhas que a alma fizer ao decorrer da existência  . Mas independentemente de sua natureza, os desafios são instrumentos de aprendizado. 

Se você ja teve a oportunidade de acompanhar o crescimento de uma criança  sabe que ela nasce confiando e amando com toda a sua pureza em seu coração. Uma  criança que ainda não foi corrompida e contaminada pelas crenças e misérias dos adultos à sua volta simplesmente segura na mão do pai e da mãe e vai sem saber para aonde estão a levando. Contudo, aos poucos, ela deixa de confiar. Começa a ser corrompida. Começa a ser atingida pelo medo e pelo ódio na forma da desconfiança e insegurança e pelo ódio na forma de raiva e vingança. 

Mas porque isso acontece? Porque ensinaram isso a ela, desde pequeno a criança aprende que é uma vitima das circunstancias externas e com isso também aprende que precisa se defender , aos poucos vai criando  mecanismos de defesa e adquirindo crenças e condicionamentos limitantes . Tais mecanismos são limitantes, porque, ao mesmo tempo em que servem para proteção , geram separação e esquecimento. Os muros que você constrói ao seu redor para se proteger são os mesmos que o mantêm isolado no mundo .

Esse conjunto de mecanismos de proteção e esquecimento constitui  de ‘’natureza inferior ‘’, ‘’eu inferior’’, ou ainda ‘’maldade’’. Isso que conhecemos como maldade nada mais é do que um conjunto de mecanismos de defesa que o ser humano  desenvolve desde cedo na vida para se proteger da dor dos choques de humilhação, rejeição e exclusão . Ao falar da maldade , não estou me referindo ao comportamento exclusivo dos criminosos e corruptos , pois todos nós sofremos choques desta natureza. Portanto, todos nós carregamos um tanto de maldade . E quanto mais maldade uma pessoa  manifesta , mais dor ela carrega na sua existência, no seu eu. 

Os primeiros 7 anos da vida de uma crianças são tão importantes para o desenvolvimento do seu caráter e de todo o seu ser, esses primeiros anos podem tornar uma pessoa muito boa se ela conseguir enfrentar a maldade do mundo à fora ou uma pessoa muito má se ela for muito fraca  e não conseguir enfrentar. Eu vivi isso na pele e posso dizer que eu não tive uma ‘’vida’’, nos meus primeiros 7 anos, o que eu vivi foi uma tortura, mas acredito que eu estava sendo preparada pela ‘’vida’’ para estar aqui hoje exatamente aonde estou, da forma que estou, escrevendo estas linhas hoje, como uma forma de inspiração, seja para quem for. O mundo pode sim nos corromper , nossa família pode sim nos corrompe, mas nossa pureza com a qual nascemos com pode prevalecer e ser maior que tudo.

Para o bom  desenvolvimento de uma criança é preciso destes três elementos: o alimento, a proteção e o amor , eu não tive nenhum destes, o mínimo que tive e muito pouco, muitas das vezes não tive, e mais elemento chave que também não deixa de ser essencial : a liberdade, que também não tive, uma criança precisa ser livre. Precisa ser livre para fazer suas escolhas, exemplo: se uma criança não quer comer um tipo de comida , você não precisa fazê-la comer, deixe- a ser livre para escolher o que comer. Esse foi só um mero exemplo. 

Mas e ai esta uma pergunta que até hoje, que não encontrei respostas em nenhum dos livros que li, e o que acontece com uma criança que assim quando nasce já se é descartada? O que acontece com a mente desse ser que vem ao mundo com um coração puro, amando, e já é correspondida com o ódio e a maldade da pessoa que a gerou? Porque ninguém fala sobre esse assunto, ou escreve sobre? Ou eu sou uma pessoa leiga que não tive acesso ainda.

Pode uma criança que foi corrompida pela maldade dos pais e do mundo em geral, desde o nascimento, sendo jogada de mão em mão, sendo rejeitada, abusada, passando pelo mais diversos tipos de abusos, corporais, verbais, visuais, todos que possam imaginar, crescer sem maldade nenhuma, sem querer ,sem desejar maldade para o outro e para quem o fez maldade no passado? Bem, digo que sim, pois uma dessas pessoas esta aqui lhe escrevendo essas linhas .

Mas é possível que todos os indivíduos expostos a tal penitencia possam crescer sem sequelas na memória e no seu psicológico? Que possam crescer sem maldade ou violência para com os outros ? É possível que todas tenham a capacidade de se sairem bem de uma situação completamente obscura desde seus primeiros anos de vida? Porque será que existem tantas pessoas más no mundo? Porque será que existem ladrões? Pessoas que matam? Que invejam? Que desejam o  mal? Será por isso?  Será porque não conseguiram deixar que a sua pureza transcendesse diante a maldade ? Infelizmente são poucas as pessoas que conseguem essa dadiva e travar essa luta e sair vencendo. Isso é um mérito, pois é difícil ser exposto ao caminho obscuro e espinhoso do mundo logo quando se abre os olhos, não desmereço os que não conseguiram ou não conseguem enfrentrar essa luta, mas compartilho minha jornada para que vejam que é possível sair ileso dessas batalha, e seguir uma vida radiante, é só querer, a resposta esta nos seus lábios, é só dizer sim.

Existe alguma coisa maior que consiga explicar isso? E o porque isso acontece? Creio que sim,  eu mesma conseguiria explicar, mas não é esse o ponto que quero chegar, o ponto que quero chegar é que eu fui uma vitima da crueldade da minha mãe, da minha família, do mundo que me rodeou quando pequena, e que, apesar de tudo, eu sou uma pessoa de bom coração, que eu não deixei isso corromper minha bondade, o meu anseio por um mundo melhor, por pessoas melhores, por um mundo aonde o amor seja maior que o ódio, e a minha vontade de compartilhar essa historia com meus leitores e fazer vocês se encherem de coragem de viver e não terem medo de nada e serem felizes.

Eu fui uma vitima e consigo agradecer por isso, pois outrora, não estaria aonde estou,  não teria sido obrigada a dar uma pausa na minha vida, e não estaria escrevendo aqui e agora, creio que a vida estava me preparando para ser a pessoa que sou hoje e que quero ser no futuro. Também comparo tudo pelo que passei como desafios ou obstáculos a lugares de parada na jornada da alma em evolução. A viagem é longa e muitas vezes nos sentimos cansados. À vezes precisamos parar para abastecer e nos alimentar, às vezes para cumprir acordo em lugares  específicos. Mas toda parada serve, para, de alguma maneira, nos recuperarmos e absorvermos aprendizados. As pausas servem para revermos a mapa da vida e nos situarmos na jornada. Nesses momentos, também podemos rever os lugares por onde andamos e os buracos pelos quais passamos , a fim de evitar novas quedas . Mas pararemos , principalmente, para resgatar partes nossas que ficaram presas no passado e para absorver determinadas lições . E, dessa forma , vamos nos fortalecendo para seguir rumo ao destino final.

 

butterfly-1611794_640-e1481839068210

 Karen Padilha

Advertisements

Leave a Reply

Please log in using one of these methods to post your comment:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s