Isso não é o começo nem o fim.

Tudo começa com uma coisa e nós não sabemos o porque , não importa o quanto tentamos, tenhamos isso em mente, tudo que devemos saber é que o tempo é uma coisa valiosa, veja-o passar enquanto o pêndulo balança, veja-o contar até o fim do dia, veja-o passar pela janela,  o relógio marca o tempo da vida. Tudo começa com uma coisa, eu não sei porque, e não importa o quanto tentamos ir contra, nunca dará certo ir contra essa coisa chamada tempo.

Às vezes temos que perder tudo para recomeçarmos novamente, se assim o tempo determinar, não importa o quanto tentamos ir contra, eu tentei tanto e cheguei tão longe, mas isso no fim não tem importância, eu tive que cair, que perder tudo, fui até onde eu poderia ir e para tudo isso há só uma coisa que eu deveria saber, que eu não posso ir contra o que esta determinado pelo tempo.

Quando isso começou, eu não tinha nada a dizer e eu fiquei perdida no nada dentro de mim, (eu estava confusa), e eu deixei tudo sair para descobrir que não sou a única pessoa com essas coisas na cabeça, (dentro de mim). Mas, todo o vazio que as palavras revelaram, é a única coisa real que ainda resta sentir, (nada a perder), simplesmente estagnada, vazia e solitária e a culpa é minha.

Eu quero me curar, eu quero sentir o que eu nunca achei que fosse real, quero me livrar da dor que eu senti durante tanto tempo, quero que o tempo leva para longe toda essa dor e tudo que não consigo entender, memórias me consomem como feridas abertas, quero que dessa vez o tempo esteja do meu lado.

Eu não sei pelo que vale lutar ou porque eu tenho que gritar, eu não sei por que eu me instigo e falo o que eu não quero, eu não sei como eu cheguei a esse ponto, eu sei que isso não está certo, mas querido tempo me parece que você não esta ouvindo meus gritos de socorro?

Tudo começa com uma coisa e nós não sabemos o porque , não importa o quanto tentamos, tenhamos isso em mente, tudo que devemos saber é que o tempo é uma coisa valiosa e que devemos ser atentos ao nosso tempo aqui nesse ponto pálido azul chamado terra, que sejamos cuidadosos , que não deixemos nosso tempo passar pela janela, que o sofrimento seja maior, que nos consuma, que não tentemos ir contra o tempo, isso não é o começo e nem o fim, pois estamos sempre vivendo à mercê da dor e do medo até morrermos  e deixarmos tudo desaparecer, esperando o fim chegar, desejando que tivéssemos antes força para ter suportado tudo,e isso não era o que tínhamos planejado,mas tudo saiu do nosso controle, não podemos controlar o tempo, nunca podemos,  então que suportemos tudo agora, para não termos nenhum tipo de arrependimento futuramente.

Isso não é o começo e nem o fim.

Karen Padilha.

Advertisements

Leave a Reply

Please log in using one of these methods to post your comment:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s