Pessoas vêm e vão .

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Chega a ser engraçado como as pessoas chegam e saem de nossas vidas, às vezes chegam inesperadamente e saem tão tragicamente que ficamos estigmatizados sem conseguir mover se quer um membro. 

Pessoas vêm e vão, em cada acontecimento e situação, me veio na cabeça agora uma história engraçada de uma vez , quando eu ainda estava na clinica de recuperação, e tinha chego uma nova comunitária, o nome dela era Anna, não era brasileira, mas falava português fluente , ela era russa, tinha acabado de ser expulsa de um lugar que ela estava ficando, os motivos não sei, então a Anna ingressou na clinica, no dia em que ela entrou ela conversou muito com todo  mundo, foi muito simpática, deu para ver que ela era uma boa pessoa de bom coração, nos dois outros dias seguintes ela nos saiu do quarto, pois estava  muito mal, no terceiro dia quando Anna saiu do quarto e começou a interagir comigo foi  muito legal, ela assistias os filmes e pegava as palavras que ela não entendia e me perguntava depois o que era , ara eu explicar para ela, eu falei do meu vicio e porque eu estaca la para ela, ela falou dela para mim, trocamos experiências e dêmos força uma para a outra, nesta mesma semana no domingo foi dia 20/09/2017 foi meu aniversário e os comunitários cortaram um bolo para mim, e então me veio a Anna com um imã de geladeira como presente, uma bonequinha russa, eu agradeci, e gostei muito pela lembrança, por ela ter esse carinho todo de ter lembrado de me dar um presente.

Hoje , enquanto escrevo essas linhas, eu olho para essa bonequinha e me lembro de como a Anna entrou aqui e de como ela já foi embora, como foi a missão dela aqui dentro, pois todos os lugares que passamos temos uma  missão a cumprir, qual será a missão que Anna veio cumprir aqui dentro? Talvez veio me ensinar algo em específico, talvez que eu tenho de ser um pouco mais forte , para não deixar cair.

Hoje me lembrei de Anna e fiquei pensando em como as pessoas entram e saem e nossas vidas, elas entram porque queremos e saem porque queremos? Temos as pessoas que queremos em nossas vidas? Se não temos, o que podemos fazer para tê-las? Se não depende de nós, o que podemos fazer então? Desistir, insistir? Até que ponto devemos ir para ter as pessoas que queremos em nossas vidas?

A vida é intrigante, se pararmos para pensar qual o sentido da vida, vamos ficar parados por horas e horas e mesmo assim não encontraremos o real sentindo, pois existem muitos, e são indescritíveis. Somos mais de 6,1 milhões de pessoas no mundo segundo a ONU, e  cada uma pensa de uma forma diferente, são mais de 193 países , são portanto 193 culturas diferentes , que pensam diferente, que acreditam em coisas diferentes.

Nunca vamos todos pensarmos iguais, somos muitas pessoas nesse ponto pálido azul como dizia Carl Sagan.

Vamos viver que viver é o que mais podemos fazer agora e amanhã e para sempre.

Karen Padilha

 

 

Advertisements
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×
%d bloggers like this: