A vida não precisa fazer sentido para ser vivida.

Às vezes me pego questionando em meio ao caos de todos meus pensamentos, desejos e angústias qual o real sentido da vida, de viver, de estar viva. Existem momentos em que temos de parar e nos fazer essa pergunta, e quando isso acontece é porque a vida esta deixando de fazer sentido, e passamos de viver para apenas existir. Precisamos fazer uma pausa para reencontrar nosso sentido de viver, de estarmos vivos, reencontrar uma parte nossa que se perdeu pelo caminho. 

A vida pode deixar de fazer sentido muitas vezes, e temos de recuperar isso quantas vezes forem necessárias .

Quando nos encontramos em uma situação em que não conseguimos ver uma luz no fim do túnel é que nos pegamos a questionar o sentido da vida e de porque isso esta acontecendo, qual a razão, e a vida sempre nos dá essa resposta, cedo ou tarde.

Se analisarmos de fora como a nossa vida esta caminhando veremos que tudo acontece para nos ensinar algo, e temos de tirar um aprendizado de cada momento de dificuldade que encontrarmos, isso nos faz mais forte.

Questionar o sentido da vida não é algo errado, é algo necessário, pois ao analisarmos toda a nossa vida, os acontecimentos, nossas metas, as ferramentas que usaremos para conquistá-la, as pessoas com quem convivemos, estamos fazendo um exercício de autoconhecimento, e autoconhecimento nunca é demais. 

 O que você entende como o sentido da vida pode não ser o que a outra pessoa entende, cada um de nós enxergamos a vida de forma diferente, cada um tem um sentido  de viver diferente dos outros, afinal se todos fossemos iguais a vida não teria tanto sentido assim.

É preciso saber o sentido da vida para viver ou apenas encontrar o nosso motivo de viver é o suficiente? 

Acredito que apenas encontrar o nosso próprio sentido para viver é o suficiente porque a vida não existe para fazer sentido embora seja questionado a todo tempo, ela existe para ser vivida, para vivermos da forma que acharmos certo, para sonhar e conquistar nossos sonhos, para amar e ser amado, para encontrarmos a felicidade nas coisas mais simples, quem sabe ser feliz com as coisas mais simples conseguem ser felizes em qualquer situação.

Perder tempo da nossa vida tentando descobrir o real sentido dela é bobagem, mesmo em tempos difíceis, a vida acontece da forma que tem de acontecer e precisamos aceitar e aprender a conviver com isso.

“Para mim, é muito melhor compreender o universo como ele realmente é do que persistir no engano, por mais satisfatório e tranquilizador que possa parecer.” – Carl Sagan

Karen Padilha

 

Advertisements