Advertisements

Conhece-te a ti mesmo e conhecerás o universo e os deuses. – Sócrates

 Muitas vezes passamos dias, às vezes até meses e anos mergulhados numa chateação ou ressentimento. Remoemos aquilo, até que de repente – bum! – a coisa passa

Quando alguma coisa acontece e com isso ficamos presos a sentimentos negativos nós estamos indiretamente fazendo com que mais coisas deste tipo aconteça. Somos o que pensamos e emitimos ao universo. A maioria de nós ficam presas à esses sentimentos por acharem que não são merecedoras da felicidade e de viver melhor do que se esta vivendo. 

Mesmo quando algo ainda esteja nos incomodando precisamos deixar isso de lado e abrirmos a porta para a felicidade entrar, para circunstâncias prazerosas  possam vir a acontecer, estarmos abertos a conhecer gente, abrir nosso coração e perceber que felicidade seja ela afetiva ou qualquer outra não é algo que só existe em filmes.

Mudar o foco dos nossos pensamentos e atos deixando as preocupações e chateações de lado, mudar tudo o que é de negativo para o positivo. Deixar de ser uma pessoa negativa para ser uma positiva, e acredite, isso lhe trará lucros. Tirar um aprendizado do que se passou e seguir a vida de cabeça erguida sabendo que a qualquer momento pode acontecer uma outra coisa que nos chateie novamente, mas que agora temos o controle da situação e não deixar que isso nos controle.

”Nosso auto-conhecimento é fervoroso, come as nossas tristezas e nos faz mais fortes” –Lucas Lemos 

Saber controlar os sentimentos e as reações que temos diante de tais acontecimentos é muito importante, podemos escolher sermos derrubados por algo ou podemos escolher ver um sinal positivo e aprender com isso. A segunda opção é a correta, entretanto as pessoas preferem ficar com a primeira e não veêm o que estão fazendo de errado porque ainda não aprendeu a administrar o seu eu o que não é coisa de outro mundo.

 

Quando falamos em ter controle de si mesmo perante as situações que nos é colocada pela vida, o autoconhecimento é uma ferramenta essencial. São muitas as pessoas que enfrentam mudanças em suas vidas pessoais e profissionais e que não sabem como lidar com elas, com o autoconhecimento aprendemos. Falar de nós mesmos é difícil, temos a ilusão de que nos conhecemos e  que sabemos a respeito de nós próprios , no entanto  poucas vezes paramos para pensar, refletir e escrever nossas metas. Não paramos para analisar nossa vida, quem somos e ficamos perdidos em meio ao acontecimentos.

O autoconhecimento é uma ferramenta importantíssima para se ter a vida que quer, tudo o que precisa fazer é colocar no papel ” quem sou eu”? , isso lhe permitirá ver quem você é e quem deseja ser futuramente, e o mais importante, traçar uma estratégia para chegar a quem se quer ser, em seguida faça a linha da vida, crie uma linha horizontal que representa a sua vida. Nesta linha, você marcará um ponto médio que representa o agora, comece então os diferentes acontecimentos e situações que tenha vivido no passado, com isso você poderá se tornar consciente daquilo que considera relevante em sua vida. A segunda parte terá de  preencher parte de seu futuro, marcando seus objetivos mais próximos e importantes,  e os mais afastados no tempo. Ao finalizar peço que reflita sobre o que tem vivido e o que quer alcançar e quais ferramentas usará para alcançar suas metas. 

“A chave para gerenciar os outros de maneira efetiva é aprender a se gerenciar primeiro. Quanto mais você conhece a si mesmo, melhor poderá se relacionar com os demais, a partir de uma posição de confiança, segurança e força” . – Weisinger

m000109942.jpg

Karen Padilha

 

Advertisements
%d bloggers like this: