Eu X Cocaína – Parte 2

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Minha vida fora completamente tomada por uma força que até agora é maior do que todas as minhas forças unidas.

Eu sempre fui uma menina muito positiva e acreditava que sempre serias capaz de qualquer coisa, bem, eu fui, até agora… Uma coisa que era para fazer com que eu me divertisse as vezes tornou a ser um remédio para minhas dores, e quando fui perceber isso, já era tarde  demais.

Deixei de ser forte e me tornei submissa a uma vontade de querer enganar todas as minhas dores usando dessa coisa chamada cocaína. Em qualquer situação que estivesse sofrendo eu mascarava minhas dores, até então um dia em que estava à beira da morte e ouvi o conselho de dois amigos para buscar ajuda, feito isso, me internei em um clínica, na melhor do brasil, mas nunca acreditei que eu fosse ser curada, e não fui até hoje caminhando para meu 5 mês lá.

Uma menina guerreira que já passou por tudo nessa vida perdeu-se então para um vício incontrolável, que sufoca se não for saciado. A fissura toma conta de mim e fico cega. Não importa quantas medicações me dão, em quantos grupos terapêuticos participo, o quanto escuto que isso não é bom para mim e etc… Na minha cabeça só o que eu quero é me drogar. Isso porque mesmo com minha  vida virada de ponta cabeça eu não consigo não ter vontade de usar, eu quero usar para mascarar todas as minhas dores novamente, para ficar magra (pois sou obcecada por isso), quero para sentir o  que é a sensação novamente.

Mesmo tendo em mente tudo o que eu posso perder com isso, a minha vontade não muda. Costumava dizer que isso é o amor da minha vida pois  quando experimentei a primeira vez brinquei que foi amor a primeira vista. Tenho consciência das minhas perdas e dos meus ganhos , sendo as perdas maiores que os ganhos eu continuo querendo apenas uma coisa que não preciso falar novamente. 

Eu fui me viciando sozinha, ninguém me chamava para usar isso, pelo contrário, era eu quem chamava amigos para usar comigo, eu cegamente me enfiei neste buraco que me encontro, tendo chances de sair vitoriosa, mas sem vontade. 

Hoje não estou na clínica, pois iria viajar com meu namorado, infelizmente mais uma vez por não estar em sã consciência eu estraguei tudo. Posso dizer que tenho a melhor pessoa do mundo ao meu lado e que esta tentando me salvar todo esse tempo, e que eu por estar cega ou não sei o motivo não consigo demonstrar tudo o que ele significa em minha vida. 

Essa droga, que eu acho boa e não sei porque diabos acho  isso, esta devastando calmamente toda minha vida e tirando tudo o que é importante pra mim.  

No final, será só eu e você, e todos esses meses dentro desta clínica não valerá de nada. Só valeu para adiar o meu fim.

Não sejam fracos como eu, não esperem estar à beira de um precipício para saber o que é importante  de verdade.

Estou terminando meu livro que será lançado em fevereiro 2018 e nele será contada  toda a minha história e tudo o que espero com isso é inspirar pessoas a nunca desistir, mesmo que neste exato momento é o que eu tenho feito.

Karen Padilha

Advertisements
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×
%d bloggers like this: