Nunca despreze as pessoas deprimidas. A depressão é o último estágio da dor humana. – Augusto Cury

Ao contrário de me vitimizar por sofrer com depressão nível grave segundo meus diagnósticos médicos,decidi então fazer uma pesquisa mesmo ja sabendo que a depressão é a doença mais diagnosticadas nas pessoas do mundo inteiro, o que descobri então  foi que: 

São 11,5 milhões de casos registrados no brasil, segundo dados divulgados pela Organização Mundial da Saúde ( OMS). Os números são maiores na América Latina  e o segundo maior nas Américas, atrás apenas dos Estados Unidos, que registram 5,9% da população com o transtorno e um total de 17,4 milhões. 

De acordo com o OMS, o número de pessoas que vivem com depressão aumenta a cada ano. Entre 2005 e 2015 chegou a atingir o índice de 18,4%, isso comprova então que mais de 320 milhões de pessoas em todo o mundo, entre todas as idades, sofrem com depressão , alguns casos podem levar até o suicídio.

“A depressão é diferente de flutuações habituais de humor e respostas emocionais de curta duração aos desafios da vida cotidiana. Especialmente quando de longa duração e com intensidade moderada ou severa, a depressão pode se tornar um sério problema de saúde”, destacou a organização em comunicado oficial.

Como disse, ao contrário de me vitimizar por sofrer com essa doença, decidi colocar no papel para que as pessoas possam então ver que não são somente elas que sofrem com a doença, que parte do mundo inteiro também sofre pelos mais diversos motivos:

1- Acontecimentos estressantes, podendo ser eles divórcio , desemprego e o fim de um relacionamento amoroso.

2- Bulling ou chantagem emocional.

3- O diagnóstico de doenças graves .

4- Neurotransmissores alterados . Pessoas com taxas muito alteradas de determinados neurotransmissores, como serotonina e noradrenalina, tem mais chances de sofrer depressão. 

5- Uso de remédios. 

6- As mulheres têm mais chances de sofrer por conta da instabilidade hormonal.

7- Traumas podendo ser eles abuso sexual e  violência.

8- Abuso de álcool ou outras drogas.

Esses são apenas alguns motivos pelo qual uma pessoa pode adquirir depressão , lembrando que não nascemos com a doença, ela é adquirida ao desenvolver da vida.

Eu sempre soube que eu iria sofrer com isso, por ter tido uma infância com muitos acontecimentos e traumas que iriam desencadear essa doença, hoje com 23 anos por conta do meu envolvimento com substâncias ilícitas  ela resolveu dar as caras, os meus diagnósticos são de depressão grave,  a depressão se caracteriza por 3 diferentes graus sendo : leves, moderados e graves.

Pelo motivo de eu ter me envolvido com uma substância  que pode desencadear depressão ela se apresentou muito forte em minha vida, por outros motivos além da infância conturbada,  como por exemplo:  abuso sexual, bulling, violência , estresse, rejeição, uso de medicamentos e etc… Tive uma vida bastante difícil até meus 18 anos, mas todos temos uma fase da vida que é extremamente difícil passar e se formos vulneráveis podemos sofrer ainda mais com isso. Minhas variações de humor são muito constantes, nunca tinha passado pela minha cabeça o suicídio até pouco tempo atrás quando sozinha em casa peguei uma faca e comecei a cortar meus pulsos, nada aconteceu além de sangrar muito, e para os outros como meu médico e meu namorado aquilo era apenas histerismo e porque queria chamar atenção, a verdade é que nem eu sei o porque fiz aquilo, eu estava apenas cansada de viver e tinha terminado de brigar feio com meu namorado e a vida para mim não teria mais sentido, era como se a dor física que eu estava sentido anestesiasse a dor emocional, então me cortei até que a minha dor emocional sumisse por um tempo. 

Estou ha 4 caminhando para 5 meses internada em uma clinica de reabilitação tentando me curar do vício  e também tentar entender as causas da minha depressão e aprender a trabalhar isso. Nesse dia em que me cortei, fora um dia totalmente infeliz para mim, eu tinha sido liberada para viajar com meu namorado, viajem essa que eu estraguei e coloquei meu relacionamento à risca, motivo esse que me levou a tentar suicídio, na minha cabeça só existia a vontade de morrer.

Nós que sofremos com depressão precisamos encontrar a causa que nos leva a ser assim, após isso, trabalhar cada uma para que seja esquecida e não possa mais ter relevância nenhuma em nossa vida, para isso é preciso estar em trabalho com médicos que irão ajudar no caso. 

Quando parar para pensar , pense que não é só você que sofre , que existem milhões de pessoas a fora que estão sofrendo pelo mesmo motivo ou diferentes,e além disso que procure ajuda para melhorar.

Na minha opinião depressão não tem cura, nós só aprendemos como viver com ela e não deixar que ela controle nossa vida.

Karen Padilha

Advertisements