Respire fundo, e siga.

Sempre digo nos meus textos relacionados a relacionamentos que desistir não faz parte do vocabulário, e particularmente, para mim, não faz. Mas alguns dias, em algumas situações é necessário que deixemos de insistir e desistir um pouco.  É preciso saber se fazemos falta, se estamos fazendo a coisa certa, se devemos continuar no mesmo caminho ou traçar uma rota em que não se encontrava no nosso GPS da vida. 

Às vezes digo que a vida é como um GPS, erramos o caminho, recalculamos , voltamos atrás, traçamos rotas diferentes, perdemos o sinal,  às vezes damos até um chapéu em alguma situação, caímos em ciladas, e como tudo na vida, saímos dela.

Não acredito que insistir seja sinônimo de estar implorando por amor como as pessoas dizem, quando amamos realmente alguém nós insistimos mesmo sem vergonha, porém devemos insistir naquilo que sabemos que vale a pena e é reciproco, momentos ruins todos tem, fases em que parece que nada vai dar mais certo, e quando passa um tempo as coisas voltam a funcionar novamente, às vezes muito melhor do que estava. 

Temos de saber dar um tempo, respirar fundo, rever tudo o que esta acontecendo , os erros cometidos, fazer uma análise completa da situação para assim evitar outros momentos iguais.

O medo e o desespero de se perder quem se ama tira o nosso ar, nosso foco na vida, pois o outro passou a fazer parte integralmente de nossos planos, e perder esse alguém é como perder uma parte de si. Não podemos deixar que isso tome conta de nós, é difícil, o corpo treme, ficamos sem reação, mas é necessário. Quando o medo adicionado ao desespero toma conta da gente coisas ruins tendem a acontecer. São sentimentos negativos, e quanto mais sentimos isso, mais a situação piora. 

Ter cabeça firme, pé no chão e pensar sempre que tudo vai dar certo é a melhor maneira de se comportar diante destas situações. 

Saber que na vida nada acontece por acaso, e tudo o que tiver de ser será. Tirar sempre um aprendizado de tudo o que acontece para que sejamos fortes futuramente. 

Amar alguém tira qualquer pessoa de si, mas precisamos saber que amar é deixar a pessoa amada livre para fazer o que quiser, prender só vai piorar as coisas, é preciso deixar que as coisas aconteçam da forma que a vida quis.

É muito fácil escrever e muito difícil colocar em prática, eu sei. Por outro lado temos de fazer isso ou corremos o risco de perder realmente quem tanto amamos. 

Respire fundo e siga seu caminho…

Karen Padilha

 

 

 

Advertisements