Não espere encontrar a luz no final no túnel, seja você a luz que procura.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

A primeira coisa a se fazer quando por algum motivo acharmos que estamos sozinhos é provar para nós mesmos que não estamos.

Eu particularmente estava passando por uma série de situações que me fizeram pensar que eu estava sozinha no mundo, que minha vida estava acabada , mesmo que lá no fundo de minha alma eu soubesse que não .  Mas o pensamento negativo de que estava se sobressaia .

Nas últimas duas semanas tomei uma decisão que realmente me fez pensar nisso com mais freqüência , então parei por um momento para ter plena consciência do que estava acontecendo comigo e de que eu precisava de um tempo para refrescar a mente, alma, corpo e espirito. 

Neste exato momento comprei minhas passagens para Nova york para o dia seguinte e fui, sozinha , sem medo.

Como conheço amigos que moram lá, mandei mensagens dizendo que eu estaria indo, porém as datas não bateram e todos estavam fora, um amigo em especial me apresentou um amigo dele para que pudesse me fazer companhia enquanto estivesse por lá.

No mesmo dia em que cheguei, nos encontramos para nos conhecer, e planejar o que poderíamos fazer nos próximos dias, realmente foi muito bom conhecer uma pessoa que não queria nada além de me receber da melhor forma possível  e me mostrar a cidade. Afinal, nos dias de hoje as pessoas só querem se aproveitar umas das outras. Confesso que fiquei um pouco impressionada. 

Não me preocupei com nada que pudesse me tirar a paz nessa viagem, somente com o que pudesse me fazer bem e esquecer o resto. 

Foi um pouco estranho porque quando não estava com esse amigo, eu poderia sair sozinha para algum lugar e descobrir coisa novas, mas por motivos de ainda ter o medo de andar sozinha no meio da multidão eu simplesmente fiquei no quarto do hotel que tinha uma janela gigante e que eu conseguia ver a movimentação . E isso não foi tempo perdido porque era disso que precisava , estar sozinha, em um lugar desconhecido, me voltar para dentro de mim mesma e me conscientizar de que eu não estou sozinha.

Existem cerca de 6,1 bilhões de pessoas no mundo, e alguma delas podem estar passando pelo mesmo momento que eu. Ou sendo um pouco sonhadora, quem sabe, alguma delas podem estar esperando para me encontrar, assim como eu. Mesmo que eu ainda esteja em um relacionamento em que não sei aonde vai dar. 

O real motivo desta viagem foi este, pensei que ao invés de ficar em casa, sofrendo, me acabando em lágrimas por não saber aonde meu relacionamento vai dar, resolvi sair e dar um tempo. 

Por mais que tentasse esquecer isso durante toda a viagem, algumas vezes era impossível, uma música na rádio me fazia lembrar, ou o modo como as pessoas agiam ou  falavam, qualquer simples gesto me fazia lembrar da pessoa que tem meu coração e todo o meu amor.

Quando as coisas não estão indo como esperamos , e insistir não esta adiantando e sim atrapalhando, devemos aceitar e deixar que as coisas fluam como têm de ser, dar um tempo para si mesmo e para o outro. 

Acreditando sempre que o amor, quando é verdadeiro prevalece diante a tudo e todos, pode ser que leve algum tempo, mas a vida coloca todas as peças no seu devido lugar. 

Quando te encontrares em uma situação em que não consigas ver uma luz no final do túnel, é porque é a hora de você se tornar a luz e iluminar todo o seu caminho e vida. 

large

Karen Padilha

Advertisements
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×
%d bloggers like this: