Momento de fechar ciclos e nos abrir para uma nova fase.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Enfim é chegado o momento em que assim como o ano tem seu fim, algumas coisas também têm .

Hora de fechar ciclos, rever o que é ou não essencial e podemos continuar carregando conosco e o que não é para se deixar no passado.

Não importa o que tenha acontecido, agora é o momento de ser mais forte que tudo e reconhecer as coisas como elas realmente são, e não ficar carregando alguma ilusão consigo.

Tudo acontece por uma razão, e sempre digo que se não a descobrimos agora, alguma hora vamos descobrir.

Não podemos ficar parados e procurando a razão do porque algo aconteceu, é difícil reconhecer quando relacionamentos chegam ao fim, amizades de anos se desfazem, e todo tipo de problema.

Devemos ter a consciência de que insistir em um relacionamento que já chegou ao fim não o fará voltar, não podemos voltar atrás ,tampouco, ficar revivendo momentos que passaram.

Por amor próprio e ao próximo precisamos reconhecer que as coisas chegam ao fim, por vários motivos, e não adianta ficar procurando o porque, estaremos apenas nos martirizando.

É preciso ter garra e acreditar que as coisas acontecem porque tem de acontecer, que ninguém passa por nossa vida por acaso, que nem sempre iremos terminar a vida com os amores de nossas vidas, às vezes essa pessoa tinha apenas que cumprir um papel essencial que serviu de aprendizado para nós, e que quando isso for feito, ela partirá, saber que o amor não acaba, ele se cansa, saber que as pessoas por quem mais temos apreço irão de alguma forma nos decepcionar.

Temos de ser fortes, encerrar esses ciclos , dizer sim para uma nova fase e oportunidade de uma vida mais alegre, nos permitirmos para que isso aconteça.

Particularmente, eu tenho vários motivos para reclamar, como por exemplo, ver todas as pessoas que conheço viajarem para casa de família passar o natal, e eu, infelizmente , não tenho a sorte de ter uma família.

Quando vi isso, me cortou o coração, chorei, sofri, me perguntei porque. Porém, isso não vai me trazer uma família.

Decidi então agradecer pelo que tenho, por as coisas serem como são, e acreditando que a vida sempre será melhor, sigo meus dias, e me alegrando por ver que as pessoas têm uma família, que estão felizes e que merecem isso.

Não sinto inveja, me alegro por eles. E isso é um sentimento muito bom.

Ou então poderia reclamar por não ter feito planos com os amigos para o réveillon, de ter feito planos com outra pessoa e saber que não vai acontecer , de ser o primeiro ano que me encontro sozinha, mesmo com viajem marcada para Nova York, o sentimento não é o mesmo.

Obviamente, ninguém é de ferro, muito menos eu. Também chorei, sofri e me perguntei do porque isso aconteceu… e mais uma vez isso não vai trazer os planos que tinha feito de volta. Então, reconheci o final de algumas situações, agradeci por me encontrar da forma e estou. Sozinha. E com isso buscar ainda mais meu autoconhecimento e sabedoria para viver.

Agradeço, por ter a oportunidade de viajar e fazer o que quero. Seria muito pior se eu não tivesse.

Acontece que, tudo depende da forma que olhamos as coisas e como reagimos diante a isso.

Se reagimos de forma negativa é um erro que cometemos. Existe um lado positivo em tudo, até nas coisas ruins.

Temos de saber olhar tudo pelo lado positivo.

Todos temos problemas, sofremos, e ficar nos torturando com isso não solucionará os problemas e nem levará o sofrimento para longe.

Enfim, desejo para mim e para quem lê meus textos, que tenhamos a sabedoria de encarar a vida de cabeça erguida, de passar pelo momentos difíceis com garra, e por fim, que saibamos reconhecer que ciclos chegam ao fim e que tenhamos a coragem de deixá-los para trás.

E um novo ano se inicia, junto com ele , a oportunidade de viver e fazer tudo diferente.

Sejamos sábios e a vida nos presenteará com mais sabedoria.

Karen Padilha

Advertisements
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×
%d bloggers like this: