Advertisements

A Felicidade….

Ontem acompanhei meu namorado em uma viagem de  trabalho à Fortaleza- CE, não era uma viagem que eu estava com muita vontade de ir, afinal ele ia trabalhar e eu acompanha-lo, sem fazer e entender nada. Mas fui, e no final, agradeci por ter ido.

No tempo de vôo até lá coloquei um filme que sempre vejo pessoas falando para assistir , ” A Cabana”, quando chegamos o filme ainda não tinha terminado, mas tinha me deixado intrigada e pensativa…

No percurso do aeroporto até o hotel aonde ficamos fui o tempo todo observando as ruas, as pessoas, a diferença que era aquela cidade da minha,  diferença de costumes , eram gritantes as diferenças. 

As pessoas muito comuns, sentadas pelo lado de fora de suas casas conversando com vizinhos, outras na igreja, bar, mas todas muito simples, parecia que não precisavam mais do que aquilo para ser feliz pois essa era a realidade em que elas vivem todos os dias. 

Eu me lembrei então de momentos em que já vivi daquela forma e sem perspectiva de melhora, mas sou ambiciosa e fui atrás dos meus sonhos e não me contentei em levar a vida toda daquele jeito. E não julgo quem faz isso, cada um leva a vida da forma que quer e acredita , dentro de seus limites , outros ultrapassa os limites. 

Bem, Fortaleza tem 63,1% da população urbana nas piores condições de vida, e foi isso o que eu vi, e voltando a dizer eles pareciam não precisar mais do que tinham para ser feliz. 

Eu fiquei pensando no que tinha visto, no que já tinha passado, e na vida , no mundo em geral. São muitas pessoas que vivem em condições precárias mas não reclamam, pois são felizes dessa forma, talvez seja pelo fato de não conhecerem mais do que isso. Eu mesma não imaginava que existia coisas materiais que custavam muito caro, e que eu não fazia idéia do tanto de dinheiro que isso valeria, e hoje sou capaz de ter o que um dia não acreditei que fosse possível. 

Eu aprendi muito nessa viagem , mais do que eu podia imaginar. Aprendi que realmente não precisamos de muito para sermos felizes, que cada um leva a vida de uma forma e é feliz desse jeito, cada um vive uma realidade diferente , que a felicidade para alguns não se compra a partir do momento em que aprendemos a ser felizes com o que temos e agradecer por isso. 

Aprendi que aquelas pessoas, mesmo vivendo em situações precárias são muito felizes, talvez até mais que nós, que eu, porque não conhecem a ganância , e não sabem o que isso pode transformar as pessoas, aprendi que eu posso ser feliz sem ter ou me satisfazer temporariamente comprando coisas materiais que me dão uma felicidade que passa rapidamente. 

Aprendi coisas que não consigo colocar em palavras. 

O que consegui, coloquei, e a mensagem que quero passar com esse texto é exatamente a de que podemos ser felizes quando escolhemos ser, com aquilo que temos e na realidade em que vivemos.

Que sejamos felizes então. 

Gratidão.

Karen Padilha

Advertisements
%d bloggers like this: