fbpx
Anúncios

Despertar espiritual

Há pouco mais de um ano, vivenciei um processo de transformação, quando finalmente recebi a mensagem de que chegou a hora do meu despertar espiritual.

Em uma viagem a Tulum, aonde passei um pouco mais de um mês, muitas coisas aconteceram, foi uma viagem que escolhi fazer para fugir de tudo aquilo que estava me fazendo perder o controle de tudo.

Na verdade, eu me descontrolei por completo, minha mente procurava por respostas que estavam diante de meus olhos e que eu me negava a enxergar.

Foram dias exaustivos antes de decidir viajar, dias mergulhados nas tristezas, a raiva que sentia era de arrancar os ossos e órgãos,  nada podia cessar a dor que estava sentindo, meu coração se encontrava afogado em um oceano de ansiedades.

Os primeiros dias da viagem foram bem deprimentes, pois ainda estava perseguida pelos sentimentos que citei acima.

Depois da primeira semana, tudo mudou.

Primeiro aprendi que meus pensamentos e sentimentos, minhas memórias e experiências, são reproduzidas nos eventos ao meu redor como coincidências. O mundo se molda em torno de meus pensamentos, apresentando coincidências significativas baseadas na minha vida interior.

Levei muito tempo para entender e reconhecer as mudanças que aconteceram em mim depois de ter vivenciado esse ‘ awakening spiritual’.

Sempre ouvi as pessoas falarem a respeito de um ritual chamado KAMBÔ, e sempre quis presenciar isso, mas ainda não estava preparada, não era a minha hora.

Kambô é na verdade uma secreção ,( veneno) ,retirada de um sapo chamado ‘’ Phyllomedusa bicolor’’. Felizmente encontrei uma moça que aplicava esse ritual.

Antes de começarmos, ela me contou a história do sapo e porque é importante acreditarmos naquilo que estamos dispostos a fazer.

A história é o seguinte: ‘’Conta uma lenda Kaxinawá que os índios da aldeia estavam muito doentes e de tudo havia feito o Pajé Kampu para curá-los. Todas as ervas medicinais que conhecia foram usadas, mas nenhuma livrara seu povo da agonia.

Kampu então entrou na floresta e, sobre o efeito da Ayahuasca, recebeu a visita do grande Deus.

Este trazia nas mãos uma rã, da qual tirou uma secreção esbranquiçada, cuja aplicação nos enfermos ensinou como deveria ser feita. Voltando à tribo e seguindo as orientações que havia recebido, o Pajé Kampu pode curar seus irmãos índios.

Depois, com sua morte, o espírito do Kampu passou a habitar no sapo e os índios passaram a utilizar a sua secreção para se manter ativos e saudáveis’’.

Terminado de me contar essa história, comecei a me preparar.

Com um pedaço de cipó em brasas, recebi 5 pontos que queimaram a minha pele e nesses pontos foram introduzidos o veneno, em questão de segundos meu coração disparou, meu sangue corria acelerado pelas veias, tive a sensação de correntes elétricas epidérmicas formigando pelo corpo, vomitei bastante e depois passei mais de uma hora meio acordada e meio desacordada.

Segui as instruções da moça e consegui visualizar o sapo, pedi a ele que me curasse de tudo aquilo que ele sabia que estava errado, não pedi para que me curasse daquilo que eu achava que estava errado.

Quando acordei, recebi a mensagem mais importante da minha vida, vinda de,’’ VIRACOCHA’’, a divindade invisível, criadora de toda a cosmovisão inca, considerado como o esplendor original, o Senhor, Mestre do Mundo, é o deus principal, criador do Universo e tudo que nele existe: a terra, o sol, os seres humanos, as plantas.

A mensagem era o seguinte:

Você é um portador de luz. Seu propósito de alma é corrigir a presença das trevas neste planeta através do brilho da luz. Você está destinado a fazer isso de uma maneira que seja mais edificante para você. O que traz brilho ao seu espírito?
Faça essas coisas. Como você pode criar um legado amoroso para lembrar os outros da luz? Explorar e expressar a luz de maneiras que lembrem os outros a buscar a luz também é uma maneira de cumprir seu destino. Sua luz é poderosa. Use-o.

As pessoas ao seu redor, talvez até você, às vezes podem se envolver nos problemas do mundo e esquecer de se concentrar na luz e em seu próprio poder criativo. Gentilmente, mas persistentemente, lembre a si mesmo e aos outros para pedir ajuda divina.

Você é um trabalhador da luz, portador de luz, alguém que é divinamente projetado para receber e transmitir a luz para o benefício da humanidade e da mãe terra. Você tem mais influência em situações para produzir conclusões divinas do que você imagina. Não tenha medo de usar sua luz de todas as formas possíveis.

A grande divindade criadora na tradição pré-inca da região dos andes em viracocha, que se diz ter surgido do lago titicaca durante o tempo das trevas para trazer luz. Ele fez o sol, a lua e as estrelas. Em seus ensinamentos de sabedoria, isso nos lembra da importância

A maior divindade criadora na tradição pré-inca da região de Anders é Viracocha, que teria surgido do lago Titicaca durante o tempo das trevas para trazer luz. Ele criou o sol, a lua e as estrelas. Nos seus ensinamentos de sabedoria, isso nos lembra a importância de criar inúmeras maneiras de experimentar e lembrar a luz e refleti-la de volta para nós mesmos no mundo.

Criar coisas em nossas mentes e em nosso mundo para refletir a luz divina é vital.
Escolha o que quer que seja que o ajude a honrar a luz e a reforce como uma presença autêntica dentro do seu ser. Através da prática regular, um brilho será aceso e suas chamas serão acesas por dentro. Nossa alma se torna um farol para ajudar os outros a encontrar o caminho.

Amplificar a luz interior é uma maneira de explorar sua consciência criativa. Então, o que você gera neste mundo através de seus pensamentos e ações é o que realmente deseja compartilhar, o que aumenta a esperança, a boa vontade, a felicidade e a paz neste mundo.

Dizem que Viracocha fez os humanos respirando pedras, mas seus primeiros esforços de criação não foram agradáveis ​​para ele, então ele os destruiu com uma inundação e começou novamente para obter um resultado melhor.

O simbolismo dele fala em permitir que nossas idéias criativas evoluam. Não precisamos ter medo de deixar as coisas caírem, de nos lavar e começar de novo com nossas intenções criativas. Podemos fazer isso diariamente, através da oração e de outras maneiras de honrar e fortalecer a luz interior do espírito.

Para alguém como você, com uma mente forte e a capacidade de transmitir pensamentos e sentimentos com mais clareza do que muitos à sua volta com uma posição e propósito de influência espiritual em nível de alma, é essencial que você traga sua mente e seu modo de ser a luz muitas vezes por dia.

Por fim, foi me dito que fizesse essa oração :

Faça esta oração em voz alta: peço a bênção divina para que minhas criações sejam expressões da verdadeira luz espiritual, levando assistência a este mundo. Agradeço pelo dom da minha criatividade e pela minha capacidade de sentir e conhecer a luz. Que essa luz permaneça plenamente viva em mim, inspirando minha criatividade para que eu seja uma fonte de radiância amorosa para os necessitados neste mundo. Que a alegria esteja sempre em casa no meu coração. Através do meu livre arbítrio, assim seja.

Anúncios

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

WhatsApp chat
%d blogueiros gostam disto: