Publicado em Deixe um comentário

CORAGEM NÃO É DESISTIR. CORAGEM É VIVER E LUTAR.

Em meus textos eu sempre e enfatizo a arte de nunca desistir do que acreditamos, seja lá o que for. Lutar sempre. Mesmo que para isso algumas vezes seja necessário um distanciamento das eventualidades do dia-a-dia e da vida para que possamos tomar a decisão certa e agir de forma correta. 

Não adianta ficar insistindo em algo quando tudo o que fazemos não está funcionando, precisamos de um tempo para colocar as idéias no lugar, desenvolver uma estratégia com novas atitudes e uma nova percepção das coisas. 
Isso é preciso, pois quando estamos muito envolvidos em algo que não esta caminhando esquecemos de tudo e continuamos fazendo tudo errado e isso só vai levar as coisas para o fim, e tenho certeza de que quando acreditamos em algo e queremos com todas nossas forças, quando não queremos e nem vamos desistir não é esse desfecho que queremos. 
Precisamos nos conectar com nós mesmos, com nosso interior, sentimentos ,mágoas. Com os acontecimentos que nos machucaram e nos fizeram cometer atos errôneos e repetidamente para que a lição seja finalmente aprendida, é importante reviver aquilo e agora, neste momento agir da forma correta e começar a endireitar tudo, principalmente você.
Quando somos acometidos em algumas situações de humilhação, traição, infidelidade e muitas outras, perdemos a confiança em nós mesmos, nas pessoas, pensamos que todos estão nos enganando, que todos vão fazer as mesmas coisas ruins que outras pessoas fizeram e então entramos em uma onda negativa e viciosa que acaba nos paralisando.
Uma experiência vivida por mim,  e que me fez fazer uma curva bem inclinada no meu caminho que estava indo em linha reta e cada vez melhorando, foi que fui exposta a uma situação em que me senti humilhada, insuficiente, incapaz e isso tomou conta de mim que hoje me sinto incapaz de fazer qualquer coisa, incapaz de receber amor, acho que ninguém me ama, que todos me enganam, tem horas que acho que eu \mesma estou me enganando, minha cabeça quer mudar, levantar da cama, ir à academia , fazer exercícios, voltar e escrever, fazer cursos, aprender novas línguas, mas meu corpo não responde, meu corpo não tem força para fazer isso porque esses meus pensamentos me paralisaram.
Hoje sai para ir para a academia, não queria, mas fui. Cheguei na catraca para entrar no shopping porque a academia é dentro do shopping, dei meia volta e voltei para casa porque estava com meus pensamentos bagunçados, negativos, pensando quer todos iam ficar me olhando, que meu Personal Trainer não me suporta e que ia ficar paranóica. Esse é um exemplo de como nossos pensamentos podem nos paralisar, e pode paralisar por completo.
A vida precisa ser vivida, ninguém disse que seria fácil, ninguém disse que seria tão complexa e difícil de entender, mas o que dizem é que é preciso de muita luta e coragem .
CORAGEM NÃO É DESISTIR . CORAGEM É VIVER E LUTAR.
Karen Padilha
Publicado em Deixe um comentário

O silêncio é um amigo que nunca trai. – Confúcio

Às vezes tudo o que eu preciso é de silêncio, o meu lindo silêncio.

Não quero ouvir algo a mais do que meus próprios pensamentos, e isso não quer dizer que eu esteja deprimida,triste,  é simplesmente querer ficar em silêncio, organizar meus pensamentos, sentimentos, avaliar a minha vida até agora, saber se estou ou não aonde eu queria estar, e assim, em silêncio de algum modo encontrar a minha paz perpétua que nunca conseguirão tirar de mim.

O silêncio é um hábito em minha vida, pois moro sozinha, sou de poucos amigos , e tenho meu namorado que não entende isso muito bem. 

É no silêncio que encontramos respostas para nossas perguntas, onde estamos em contato com o nosso eu-superior/interior.  É um momento de nos avaliarmos, de observar se nossa vida está aonde queríamos que estivesse ou não, e se não está, pensar em como podemos mudar isso, momento de avaliar nossos atos para com outras pessoas,  se somos gentis e às vezes sem querer grossos sem querer. 

Esse processo de se auto-avaliar é super importante para nosso crescimento pessoal, pois não estamos observando, criticando, julgando ninguém a não ser nós mesmos , e isso é necessário . 

O silêncio é uma dádiva que temos livre acesso. 

Uma parte um pouco complicada é que se estivermos em uma relação, a outra pessoa não vai entender esse nosso direito de ficar em silêncio e de não ter o que falar  de que precisamos, mas eles não podem fazer mais do que só respeitar . 

Você pode entender isso como sinal de frieza, mas é só um pedido de socego, não quer dizer amar ou não amar alguém mais. 

Eu particularmente gosto muito de estar em silêncio, eu comigo mesma. 

Nesses momentos eu me abro para mim mesma, observo o que julgo estar errado e futuramente tentarei mudar isso, observo todos os aspectos da minha vida e de quem eu sou. Estou sendo uma boa pessoa em primeiro lugar comigo mesma, e em segundo lugar com as pessoas que fazem parte da minha vida.  Se as respostas que eu encontrei forem negativas , então terei de arrumar uma forma de mudar isso. 

Há muitas coisas que a única coisa de que preciso é ficar em silêncio. 

Dentro do silêncio encontram-se muitas coisas, talvez uma resposta que voce esteja procurando por algum tempo esta no seu silêncio , então tire um tempo para você e seu silêncio e verá que era disso que você realmente precisava. 

Gosto de dizer que é uma benção, uma dádiva que Deus nos proporcionou podermos ficar em silêncio .

Encontre seu momento de silencio consigo mesmo e faça essas avaliações que disse, observe seu eu interior, converse com ele, ou se simplesmente só quiser ficar em silêncio, apenas o faça.

Karen Padilha

Publicado em Deixe um comentário

Não é a vida que nos escolhe, somos nós que a escolhemos .

Desde a maternidade na primeira vez era que abrimos os nossos olhos temos a chance de escolher que tipo de vida queremos para nós. É claro que até uma certa idade não conseguimos fazer nada sozinhos, porém é neste tempo em que construimos nosso caráter, que escolhemos entre ser bom ou mal independente do que fizeram conosco. 

É difícil e leva um pouco de tempo depois que crescemos e começamos a entender as coisas o porque algumas pessoas tiveram algumas atitudes que não foram boas para conosco. É um processo pelo que temos de passar para entender  que o que  as leva a terem tais atitudes possa ser o que tenha  vivenciado,  a forma como fora criada. 

Até os 7 anos de vida formamos nosso caráter e enxergamos tudo ao nosso redor à partir daquilo que nos foi apresentado, embora nem todos os casos se enquadrem na normalidade e nas regras de boa conduta da sociedade 85% das famílias são desajustadas acreditam a maioria dos psicólogos. 

Contudo, crescemos e somos acometidos aos mais variados tipos de situações, boas e más, a vida nos apresenta seus dois lados, e mais um processo que se leva um pouquinho de tempo para entendermos é que temos o poder da escolha, de escolher que caminho queremos trilhar, qual lado da moeda , sermos uma pessoa boa mesmo que não tenhamos vivenciado isso até esse momento ou ser uma pessoa má por termos sido tratados dessa maneira.

Eu conheço muitas pessoas que sentaram e esperaram a vida passar pela janela sem fazer nada, sem correr atrás de seus sonhos, sem terem objetivos a serem conquistados, pessoas que deixaram se levar simplesmente porque não queriam mudar de vida ou situação, estavam confortáveis e continuam da forma em que estão. 

Mas também conheço outras que se encontravam na mesma situação desses ” acomodados” e não permitiram que suas vidas levassem esse caminho. Que levantaram, foram a luta, venceram obstáculos, foram pouco a pouco alcançando seus sonhos e provando para todos aqueles que estão sentados esperando a vida passar que devemos ir atrás da vida que queremos para nós, que devemos ter sonhos, acreditar neles e ir ao seu encontro. 

Vejo muitas histórias de pessoas que não tinham nada , que vieram do nada e que hoje são realizadas, felizes, guerreiras, que sofreram maldades quando crianças e não deixaram que isso se tornasse maior que a bondade que existe dentro de cada um de nós. 

Nós somos responsáveis pelas nossas vidas, nossos sonhos,  somos responsáveis por tudo o que acontece conosco, cada erro, decepção, descuido, cada alegria e felicidade… Somos responsáveis a partir daquilo que escolhemos ser e realmente somos, a partir da maneira que escolhemos para trilhar nosso caminho, de como enfrentamos cada pedra que é colocada na nossa frente, de cada pensamento, sentimento e ação.  Somos responsáveis não só por nossas vidas mas também pelo próximo, cada ação que temos tem uma relevância na vida das pessoas que conhecemos e das que não conhecemos também. 

Para entender isso precisamos ser dotados deste dom chamado autoconhecimento, temos de nos conhecer profundamente e verdadeiramente e em consequência disso descobriremos todas as ferramentas de que precisamos para levar uma vida plena, descobriremos que somos todos conectados, que a vida é mágica, é leve e só precisamos ter um momento de introspecção  para nos conectarmos com nosso eu interior e com o universo ao redor e com isso descobriremos como viver bem, leve, puros. Descobriremos que nossos atos refletem na vida de outros e maior do que isso, reflete no universo, na nossa casa. 

Somos dotados de tantos poderes que se todos nós nos juntássemos por uma causa maior seriamos capazes de deter todas as maldades do mundo, talvez se não todas, uma boa parte dela com certeza. 

O maior poder que temos dentro de cada um de nós é o AMOR, e esse é o poder que pode fazer aquilo que quisermos, mas para isso precisamos acreditar. 

O amor é a força mais potente que existe no mundo todo, e podemos ensinar àqueles que não sabem disso compartilhando do nosso amor . 

O amor não é apenas uma coisa que existe entre casais, é muito maior que isso. O amor é a cura para todas as doenças, guerras, para tudo o que há de mal . Só precisamos aceita-lo e reconhece-lo, e amar sem esperar nada em troca. 

Amar a vida, amigos, família. Amor é amar uma comida preferida , uma cor, uma cidade,  um hobby, livros…. É amar ver o sol nascer, se pôr, é sentir o vento passar por entre nossos rostos, amar é ser grato por estarmos vivos, sermos quem somos, é ser grato por poder AMAR.

” Não sois máquina!  Homem é que sois!  E com o amor da humanidade em vossas almas! Não odieis! Só odeiam os que não se fazem amar… os que não se fazem amar e os inumanos! 

Pensamos demasiadamente e sentimos muito pouco. Necessitamos mais de humildade que de máquinas. Mais de bondade e ternura que de inteligência . Sem isso , a vida se tornará violenta e tudo se perderá. ” – Charles Chaplin.

Karen Padilha

Publicado em Deixe um comentário

Constante Aprendizado

Em todos meus textos tento escrever sobre  experiências vividas, afinal nada melhor do que tentar passar uma mensagem para os demais a partir daquilo que já vivenciamos, e mesmo assim ainda não é o suficiente .

Nossa vida acontece da forma que deve e isso não é segredo para ninguém, apenas temos de aceitar isso como um fato concreto. 

Podemos acreditar que temos o poder de mudar situações e às vezes eu mesma acredito nisso, mas e se até essas tentativas de mudar as situações já estivessem predestinadas ? Escrita no nosso destino? Fica difícil pensar assim, não ?

Todos vivemos da maneira que achamos que é a certa, mas não igual, não pensamos da mesma forma apesar de sermos compostos pelas mesmas partículas que fomos feitos. Todos nos questionamos de onde viemos, do que somos feitos…

Podemos pensar e tirar algumas conclusões a partir de duas teorias das que acredito.

Teoria da biogênese : Um ser vivo se origina de outro ser vivo , por meio da reprodução. 

Mas e como se originaram os primeiros? 

A Teoria da evolução química da evolução da vida responde essa pergunta: 

Se da por compostos não vivos, sem a ação da força, vital . A soma de gases da atmosfera, metano hidrogênio amônia vapor de água +ação vulcânica altas temperaturas radiação ultravioleta cargas elétricas poderiam gerar a mistura de compostos que já existiam e assim a formação de outros como aminoácidos e proteínas + carboidratos lipídios bases nitrogenadas formam a estrutura básica dos seres vivos .

Existem muitas outras teorias sobre a existência e podemos acreditar naquela que quisermos.

A questão que quero chegar é como escolhemos a melhor maneira de vivermos nossas vidas? Como chegamos à esta conclusão ?

Passamos por dificuldades, nos decepcionamos, perdemos a esperança, a adquirimos de volta. São muitas coisas as quais somos acometidos. 

Às vezes temos a sensação de irritação maior, como se sentíssemos  que estamos dando murros em ponta de faca. Na verdade, este momento envolve a percepção de que talvez nos acostumamos demais a usar sempre a mesma estratégia, mas podemos aprender a considerar que existem maneiras alternativas de resolver os problemas. 

Aprendemos todos os dias uma nova maneira de viver a vida e encarar os problemas de frente, sem desistirmos… e será sempre assim, uma busca constante de aprendizado.

“A lei de ouro do comportamento é o respeito mútuo, já que nunca pensaremos todos da mesma maneira e que não vemos senão uma parte da verdade e sob ângulos diferentes”. – Mahatma Gandhi

Karen Padilha

 

Publicado em Deixe um comentário

Determine sobre o que lhe determina.

Uma pessoa uma certa vez me disse as seguintes palavras : ”Esteja abençoada, determine sobre o que lhe determina e deixa essa Karen que só você conhece ter mais espaço e cuida bem dela.”

Naturalmente essas palavras ficaram em minha cabeça e pensamentos, e me questionei porque me foram ditas essas palavras e qual ensinamento poderia tirar delas. 

Determine o que lhe determina? Um pouco complexo, não ? Eu demorei um pouco para digerir essas palavras. 

Acho que a melhor forma que encontrei para entender isso é que devo determinar sobre uma coisa que já esta determinada mas que não foi eu quem fiz isso. Faz parte desse processo determinar qual é a verdadeira paixão que move minha vida é como se eu tivesse que reavaliar duas vezes alguns aspecto da vida. Não deixar que alguma coisa determine minha vida, meu destino e sim eu determinar sobre isso. Eu ser a pessoa quem rege e comanda. 

E assim deve ser com todos nós, não devemos deixar que algo determine nossa vida, nossas vontades, desejos e etc… Nós temos esse poder e devemos usá-lo a nosso favor.

Como sempre costumo dizer temos o poder de mudar qualquer situação de nossas vidas, a partir do momento em que entendemos que nossa vida é controlada por nossos pensamentos, sentimentos e palavras. 

Quando pensamos algo seja positivo ou negativo, isso se torna um sentimento e esse sentimento se transforma em palavras e ações. E é ai que entra a lei universal que funciona sem nenhum erro. Ação e reação , causa e efeito. 

Tudo aquilo que pensamos, sentimos e falamos se tornam acontecimentos, e esses acontecimentos derivam daquilo que pensamos, sentimos e falamos. 

É preciso estar atento a todo tempo naquilo que pensamos para que não aconteça coisas que não estejam em nossos planos. 

Todos nós assumimos papéis que representamos como personagens no grande palco da vida, mas estes papéis não são necessariamente fixos. Mudamos a roupa da nossa personagem e desenvolvemos comportamentos que se revelam como adequados àquelas circunstâncias temporárias, e a cada mudança somos nós quem determinamos o rumo que as coisas vão tomar. Algumas vezes a vida determina por si só algumas coisas, no entanto podemos determinar sobre o que a vida determinou e que não se encaixa para nós.

Somos os autores da nossas vidas, temos o papel e a caneta em mãos para escrevermos nossa história, mudanças são imprescindíveis ,mas precisamos estar preparados para quando acontecerem e determinarmos o que queremos ou não .

Karen Padilha

Publicado em Deixe um comentário

A arte de viver é simplesmente a arte de conviver… simplesmente, disse eu? Mas como é difícil. Mario Quintana

Todas as respostas que buscamos para nossas perguntas, momentos difíceis nos são dadas ao decorrer da vida. As coisas sempre aco ntecempor uma razão e é clichê dizer isso, mas não passa da mais pura verdade. 

A forma como as coisas acontecem são consequência de como encaramos a vida e os acontecimentos que nela existem. Existem mil e uma maneira de encararmos as coisas, e escolher a melhor maneira de fazer isso de alguma forma torna a vida mais fácil de ser vivida. 

Quando estamos diante a uma situação completamente desesperadora, onde não conseguimos enxergar uma luz no final do túnel é preciso lembrar e confiar que isso esta acontecendo por alguma razão maior que o nosso entendimento, que existe uma força divina que rege nossas vidas e acreditar e contar com isso é uma dádiva.

Pessoas que nunca nos imaginávamos sem são tiradas de nossas vidas entender a razão é uma tarefa difícil e leva tempo, a cada momento a vida muda de percurso e nem sempre estamos preparados para essas mudanças , com o tempo aprendemos a estar preparados e não deixar ser afetado drasticamente.

Todos os dias nos perguntamos qual o sentido da vida, da nossa vida e de tudo ao nosso redor, e por mais que procuremos achar as respostas à essas questões no final descobrimos que não é possível. Todos temos sentidos diferentes para viver e fazer a vida valer a pena. 

Viver não é fácil, mas quem disse que seria? Acho que existe uma mágica escondida por de trás das respostas que procuramos para dar sentido a nossas vidas, porque cada vez que procuramos essas respostas descobrimos o quanto é maravilhoso viver e não saber de tudo, afinal se soubéssemos o sentido da nossa vida não teríamos nenhuma razão para ir atrás disso. E é ai que a mágica se encontra, em procurar sentido e a cada procura achar um sentido novo e especial. 

A vida existe para ser vivida, sentimentos para serem sentidos, dores , decepções , desânimo , amor, saudade, cumplicidade… São muitos os sentimentos que existem e cada um deles devem ser sentidos até o final, e todos têm algo para nos ensinar.

Acreditar que a vida é bela e que a partir dos nossos pensamentos, sentimentos e palavras construimos a vida que queremos é uma lição que aprendemos a cada novo dia.    Somos ensinados todos os dias algo novo, alguma forma de encarar a vida, de viver melhor.

”A vida é maravilhosa se não se tem medo dela”. Charles Chaplin

Karen Padilha

Publicado em Deixe um comentário

Atenção ao sinal que esta emitindo.

Quando estamos definitivamente empenhados em algo, a crítica negativa se torna uma motivação. 

Todos temos muitos motivos que se formos fracos podem nos fazer desistir de chegarmos aonde almejamos, mas, as pessoas realmente inteligentes transformam todos esses motivos para desistir em mais um degrau em rumo ao sucesso.

Existem pessoas que usam desculpas, coisas negativas que aconteceram ou acontecem com elas pra justificar o que fazem de errado em suas vidas, outras usam dessas mesmas desculpas na forma de motivação, para chegarem e conquistarem seus sonhos e um lugar especial na vida. 

Tudo depende de ponto de vista, e da pessoa que esta observando.

Podem haver muitos pontos positivos em alguma situação, porém, se a pessoa que esta observando isso for totalmente negativa, apenas negativismo será visto. 

O mesmo acontece se for ao contrário. Se uma pessoa positiva estiver observando, mais positivismo será visto. 

Temos escolhas, e podemos e temos o dever de sermos positivos, pois a vida já é dura demais para que sejamos negativos e percamos oportunidades por conta disso.

Você com certeza já deve ter escutado algo parecido com isso:” o que pensamos, criamos”. E assim é, se em nossa cabeça só houver pensamentos negativos , estaremos criando mais situações negativas, funciona como um imã que atrai o que você omite. 

É fácil mudarmos a forma como pensamos, se esta for a errada. 

Precisamos prestar atenção ao sinal que estamos emitindo.

Oferecer resistência a alguma coisa é como tentar mudar as imagens externas depois que foram transmitidas. É um esforço em vão. Para criar as novas imagens é preciso ir lá dentro e emitir um novo sinal com seus pensamentos e sentimentos. Quando você resiste ao que materializa está acrescentando mais energia e poder a essas imagens que lhe desagradam, trazendo imagens semelhantes, num ritmo acelerado. Determinado fato ou situação só vai se ampliar, pois tal é a lei do Universo.

O que quero dizer é: quando resistimos as coisas que sabemos que não são boas para nós, damos mais força para que ela continue existindo. É preciso mudar o foco de nossos pensamentos e sentimentos substituindo-os por outros, quando houver essa mudança, o que acontecerá a seguir é a consequência dos novos pensamentos e sentimentos. Lei da causa e efeito, o que você pensa se materializa.

Pensando dessa forma aprendemos a mudar a direção, o foco de nossos pensamentos, quando estes não forem bons, consequentemente mudamos os acontecimentos que decorrem desses tais pensamentos. 

É fácil, só é preciso força de vontade e mais positivismo em nossas vidas.

Karen Padilha